logo

PERFIL

Professor, Fotógrafo, Designer, Artista...

Apaixonado por risos, acarajé e brigadeiro.

Talvez poucos saibam, mas não foi pela fotografia que o alagoano de 35 anos Carlos Gustavo Maia Boroni dos Santos mergulhou no mundo das artes, e sim, pela pintura. Conservadas até hoje, as telas que datam de 1995 mostram um artista em processo de encontro até mesmo com a sua assinatura – ele assinava Carlos Gustavo, até que adotou o nome pelo qual é profissionalmente conhecido – e também revelam os primeiros indícios da presença das cores em seu trabalho.

Uma das pinturas feitas por Gustavo Boroni, aos 13 anos.

Desde 2007 atuando por trás das lentes da fotografia, o também publicitário Gustavo Boroni tem na identidade de suas imagens uma explosão de cores – fruto de referências como o cineasta espanhol Pedro Almodóvar e o fotógrafo estadunidense David LaChappelle.

Possui graduação em Publicidade e Propaganda pela Faculdade de Administração de Maceió (2006) e em Relações Públicas pela Universidade Federal de Alagoas (2006). Entre 2007 e 2013 foi professor da área de Comunicação ,Artes e Design do SENAC-ALAGOAS, responsável por ministrar cursos de Fotografia na Instituição.
Pós-graduado em MBA em Marketing Estratégico e Publicidade (2013) pela Faculdade Maurício de Nassau em Maceió. Professor universitário do curso de Criação e Produção Publicitaria da Faculdade Alagoana de Tecnologia (2011/2012).
Profissional já ministrou em Faculdades aulas de Fotografia, Planejamento de Campanha, Redação Publicitária, Computação Gráfica, Direção de Arte, Mídias Alternativas, Linguagem Publicitária,Criatividade, Criação Publicitária, Produção Gráfica e Comunicação Visual.
Atuando atualmente como fotógrafo e designer com empresa própria e professor da Faculdade da Cidade de Maceió (FACIMA) , do Centro Universitário Cesmac e Centro Universitário Mauricio de Nassau, ministrando aulas no curso de Jornalismo, Publicidade e Design Gráfico.

Já pelos caminhos do design têxtil, ele teoriza que essa prática desenvolve layouts por meio de variações das artes visuais (fotografia, pintura, desenho), incorporando-as à arte gráfica.“A preocupação com artes visuais sempre foi uma constante em meus trabalhos e mergulhar em atividades como designer têxtil é compreender melhor sobre as possibilidades criativas de todo um processo”, conta o artista, que agora se revela num trabalho democrático que se traduz em peças de vestuário, obras de arte e artigos de decoração.
Texto: Danielle Cândido

Imagine como seria sua vida sem a fotografia ?

Entre em contato, estarei aguardando sua mensagem.